OPERAÇÃO AMICITATES - Vinte e nove pessoas são denunciadas e proibidas de exercer funções públicas

Por Redação 29/11/2017 - 20:06 hs
Foto: Arquivo Veja Paraná

A Promotoria de Justiça de Rio Branco do Sul, Região Metropolitana de Curitiba, apresentou quatro denúncias contra 29 pessoas por corrupção e fraudes em licitações realizadas pela Prefeitura de Itaperuçu (município da comarca). Os denunciados são o ex-prefeito do município na gestão 2013-2016, seis vereadores da antiga legislatura, um ex-secretário municipal, um ex-procurador jurídico, sete servidores e 13 empresários.

De acordo com as acusações, vários processos licitatórios eram dirigidos com o objetivo de proporcionar vantagens a grupos de amigos e ex-sócios do então prefeito, em prejuízo dos cofres públicos municipais. As investigações, realizadas em duas fases da Operação Amicitates, foram conduzidas pela Promotoria de Justiça de Rio Branco do Sul e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e tiveram duração de 18 meses.

O juízo da Vara Criminal de Rio Branco do Sul determinou o afastamento, a suspensão ou a proibição do exercício de função pública de todos os agentes públicos denunciados. Também foi imposta a proibição de contratar com o poder público, no caso dos empresários, assim como a proibição de os denunciados frequentarem repartições públicas no Município e em Rio Branco do Sul (sede da comarca).