Copa de 2014 no Brasil teria rendido R$ 1,5 milhão em propina

No segundo dia de depoimento à justiça dos Estados Unidos, o empresário José Hawilla afirmou que o dinheiro foi pago a gestores da CBF

Por Redação 05/12/2017 - 22:47 hs
Foto: Arquivo Veja Paraná

No segundo dia de depoimento à justiça dos Estados Unidos, o empresário José Hawilla, dono da empresa de marketing esportivo Trafficc, falou sobre o esquema de propinas envolvendo a Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil. Segundo o delator, o esquema movimentou R$ 1,5 milhão em benefício de dois ex-presidente e do atual dirigente da CBF, a Confederação Brasileira de Futebol. A promotoria apresentou gravações em que o pagamento de propinas é discutido.

 

 

 

 

 

Fonte: SBTBRASIL